Princípios que podem ajudar sua empresa a reduzir gastos com ar comprimido

Princípios para ajudar sua empresa economizar com ar comprimido industrial

Navegue por tópicos!

Um dos recursos de maior aproveitamento na indústria, o ar comprimido industrial é sinônimo de produtividade e obtenção de energia. 

O ar comprimido apresenta diversas aplicações no meio industrial, sendo o uso nos sistemas pneumáticos o mais conhecido. 

Atualmente, o ar comprimido industrial é um recurso energético utilizado em segmentos e atividades como construção civil, em pulverizações, pinturas e até em clínicas. 

Com esse amplo aproveitamento, o ideal é que as empresas possam contar com medidas que reduzam os custos dessa fonte de energia. Para saber como fazer isso, continue lendo este artigo da Air-Rent

Para que serve o ar comprimido na indústria?

Em resumo, o ar industrial comprimido colabora na formação de vários tipos de combustão. Por isso, sua utilização como fonte de energia atrai a atenção das indústrias, especialmente da construção civil. Já na maior parte das indústrias, o uso do ar comprimido é regulado em diferentes pressões e vazões que atendem as demandas dos processos.

O resultado de tal processo, portanto, é o aumento da aplicabilidade do ar industrial comprimido. No entanto, à medida que o uso do ar comprimido é maior, esse insumo energético pode se tornar cada vez mais importante para diversos processos dentro da indústria. 

Uma das saídas mais viáveis para contornar o alto custo são os reservatórios de ar comprimido. Agora vamos te apresentar seis aplicações em que os reservatórios de ar comprimido podem ser usados na sua indústria.

Reservatório de ar comprimido: 6 razões para utilizar um

O reservatório de ar comprimido viabiliza a operação do sistema com altas pressões ao longo do tempo. Logo, tal vantagem é importante quando é necessário suportar aplicações críticas, que sofrem interferência de picos de consumo.

O reservatório oferece benefícios em seis situações básicas:

  1. Resguardar uma aplicação crítica contra possíveis flutuações de pressão do sistema;
  2. Melhorar o toque ou a velocidade de um determinado dispositivo ou de uma aplicação específica;
  3. Atender o sistema nos casos em que as taxas de consumo são muito altas e transitórias;
  4. Dar suporte amplo e seguro a um sistema dentro dos limites de queda de pressão permitida;
  5. Suportar o consumo durante todo o tempo em que ocorre a transmissão do ar pela tubulação (mantendo a equalização do sistema);
  6. Sustentar grandes eventos de consumo no sistema quando o ar comprimido é armazenado no maior nível de pressão possível. 

Como usar um reservatório com eficiência

O reservatório de ar comprimido tem suas vantagens. Mas é essencial saber como utilizá-lo, a fim de melhor aproveitamento dos seus benefícios. Sendo assim, primeiramente considere a pressão necessária no dispositivo/equipamento que depende do reservatório.

Isso é mais importante do que considerar a pressão definida para outros pontos do sistema. Além disso, lembre-se de que o ar comprimido tem deslocamento com  velocidade limitada dentro da tubulação. Leve esse fator em conta também ao  aplicar o ar do reservatório em suas operações.

Além disso, o tamanho do reservatório tem íntima relação com o volume de ar necessário a fim de atender o consumo, respeitando os limites de queda de pressão.

Quando todos esses aspectos são respeitados, é possível promover melhorias imediatas na performance dos equipamentos. Por fim, você perceberá uma significativa redução no consumo de energia em sua indústria. 

Esperamos que estas dicas sejam úteis para o seu negócio. Acompanhe mais informações no blog da Air-Rent, sua parceira número um na locação de equipamentos pneumáticos, compressores de ar e outros tipos de equipamentos.

Equipe de Redação Air-Rent

Equipe de Redação Air-Rent

Empresa especializada em locação de compressores de Ar.

Fale conosco!

Fique por dentro de outras novidades